Compartilhe este artigo:

Medir o desempenho dos processos de produção nem sempre é uma tarefa fácil, principalmente quando ainda é feito manualmente. Definitivamente, a adoção de métricas de performance e sua automação são medidas críticas para qualquer planta industrial que queira melhorar sua produtividade. Sistemas de gestão não apenas conectam líderes de manufatura às informações dos equipamentos, mas das linhas de produção e de todo o chão de fábrica. Com isso, perguntas sobre produtividade podem ser facilmente respondidas.

De acordo com os princípios Lean de produção, fabricantes chegam a atingir 60% de pontuação como resultado da performance de suas plantas industriais. Aqueles que superam 85%, são considerados excepcionais! No entanto, há fatores que podem impactar esse percentual. Conheça quais são:

  • Paradas não planejadas devido às falhas do equipamento e manutenções não planejadas;

  • Paradas planejadas para substituições de ferramentas e limpeza;

  • Pequenas paradas (em geral, menos de dois minutos) para desobstruir um sensor ou reabastecer um equipamento;

  • Ciclos lentos derivado de qualquer fato que acarrete  atrasos no tempo de produção, como um desgaste na esteira, estado inadequado da máquina ou a inexperiência do operador.

  • Defeitos de peças ocorridos durante da produção, decorrentes de configurações indevidas ou manuseio incorreto dos equipamentos.

Vantagens do uso de métricas de produtividade

Empresas que não adotam métricas de produtividade podem ser rápidas o suficiente para resolver um problema no chão de fábrica, quando ele aparece. Por outro lado, nem sempre são tão rápidas o bastante para identificar qual é a sua origem. O uso de métricas de produtividade faz com que gestores de manufatura tenham uma visão geral do que acontece nas linhas de produção, não apenas apontando as causas raízes (como a falta de treinamento dos operadores de um determinado turno, disponibilidade imediata de peças ou falhas nos equipamentos), mas antecipando potenciais problemas antes que gerem mais prejuízos. Dessa forma, é possível agir preventivamente e não pontualmente.

Outra grande vantagem de ter em mãos relatórios relevantes sobre a produção (em tempo real através da automação), sem dúvida, é a oportunidade de análise desses dados para reduzir custos em escala ou o tempo de inatividade dos equipamentos. Ao realizar mudanças rápidas é possível melhorar a disponibilidade das máquinas a custos mínimos, sem precisar investir em novas aquisições.

Escolhendo um parceiro certo para automatizar as métricas    

A escolha de sistemas para construir históricos com dados precisos e reais do chão de fábrica também é um desafio. Muitas vezes, a barreira pode estar nas opções de comunicação da máquina utilizada na produção ou mesmo na disponibilidade de infraestrutura de rede de comunicação oferecida no ambiente da manufatura. Nessas situações é fundamental contar com um parceiro especialista no assunto, que transforme questões complexas em maneiras acessíveis de resolvê-las.

A Brasil Logic Sistemas é especializada na automação de plantas industriais, oferecendo sistemas avançados para coleta de dados e gestão de métricas do chão de fábrica, em tempo real. Há mais de 10 anos a Brasil Logic atua no setor industrial, gerando inovações que potencializam o uso de recursos materiais e humanos em processos de produção. Fale com nossos especialistas e saiba como nossas soluções podem ajudar a sua fábrica a melhorar a produção no curto e longo prazo!

Por Eduardo Vieira, diretor da Brasil Logic Sistemas.