Compartilhe este artigo:

Poucas plantas industriais mantém métricas efetivas para acompanhar o desempenho de seus processos produtivos. Acredite ou não, muitas das fórmulas manuais que os fabricantes aplicam não são suficientes para retratar a realidade da manufatura. Existem fatores variáveis no chão de fábrica que deixam de ser diretamente controlados e, por essa razão, podem impactar negativamente a produção.

Trimestre a trimestre os custos com a manufatura podem aumentar, devido às mudanças do próprio setor. Métricas de qualidade e de despesas com mão de obra, por exemplo, devem fazer parte do radar dos gestores que desejam alavancar a produtividade. Por isso, é preciso conhecer e controlar muito bem todos esses indicadores , os quais não podem ser visualizados de forma isolada pelos líderes das linhas de fabricação. É preciso ir além, consolidando tudo numa base estatística única para dar visibilidade geral e real da planta industrial.

O horizonte de comparação de eficiência entre linhas e até mesmo entre fábricas e seus desdobramentos somente são possíveis com essa base integrada de dados.

Para indústrias que operam conectadas com o mercado externo, as oscilações da moeda também são um grande desafio. O custo em dólar do volume produzido no ano corrente, comparado com a mesma despesa do ano anterior, deve estar adequado à realidade do que será produzido no próximo período. Mas como ser ágil e obter total visão dos processos para prever ou tomar decisões tão assertivas?

A tecnologia a serviço da manufatura

A resposta está na automação do chão de fábrica integrada com a camada gerencial como grande medida de produtividade para ajudar gestores a monitorar a jornada dos processos.  A cultura de aplicar a tecnologia a serviço da manufatura deve envolver toda a organização, pois o comprometimento com os resultados relacionados à produção não devem apenas ficar a cargo das equipes que lidam diretamente com ela, mas devem ser integradas com o plano de negócios da corporação.

Sistemas que aplicam automaticamente métricas de performance poupam tempo das equipes no levantamento de dados, além de antecipar e permitir análises do cenário de produção, no momento em que os processos estão acontecendo. Ao contar com a tecnologia para rastrear as operações do chão de fábrica, gestores podem entregar propostas consistentes de reduções de custos de manufatura à liderança da companhia para apoiar suas metas de crescimento e fazer com que ela chegue ao final do ano com resultados mais bem-sucedidos.

A Brasil Logic Sistemas atua há mais de 11 anos na área de automação industrial, oferecendo soluções avançadas para o gerenciamento e análise de indicadores voltados à melhoria da qualidade e performance de plantas industriais. Fabricantes de diversos tamanhos e segmentos de todo o país já agregaram mais valor aos negócios com a implantação dos sistemas customizados da Brasil Logic. Nossa equipe técnica fica à disposição dos clientes para monitorar e realizar eventuais melhorias, acompanhando os ciclos de evolução de suas máquinas.

Entre em contato com a Brasil Logic Sistemas e saiba como nossas soluções podem acelerar o crescimento da sua planta industrial.

Por Eduardo Vieira, diretor da Brasil Logic Sistemas.