Compartilhe este artigo:

Um conceito vem ganhando força dentro do ambiente industrial, é o machine-to-machine communication ou comunicação de máquina para máquina no bom português.

Seu conceito é literalmente isso: duas máquinas se comunicando, trocando dados sem a interferência humana.

Em suma, M2M é um conceito que define qualquer tecnologia que permita a troca de informações entre dispositivos via rede e isso é o que torna possível que os equipamentos de IoT alcancem seus objetivos e agreguem valor a vida das pessoas.

Muito importante na indústria, essa tecnologia promete modificar a automação da manufatura.

Ficou interessado no assunto? Continue lendo nosso post para saber mais a respeito do M2M.

Como a tecnologia M2M funciona?

Ao utilizarmos algum tipo de sensor que colete dados, é necessário proporcionarmos um meio para que esse equipamento envie as informações pela rede até um dispositivo.

Esse vai processar e extrair informações importantes para alguma tomada de decisão, seja ela automática ou não.

O funcionamento do M2M é muito similar ao das redes de computadores que estamos acostumados.

Porém, a rede onde o M2M atua é exclusiva para comunicação de máquinas entre si.

Inclusive, a maioria dos protocolos para comunicação estão integrados ou encapsulados nos que usamos para acessar a internet.

Aplicação da tecnologia M2M

aplicacao-da-tecnologia-M2MA tecnologia M2M tem várias utilizações, desde residenciais até automação para manufatura.

Entre as principais, podemos citar:

Casas inteligentes

Já existem soluções onde sensores e equipamentos são integrados para melhorar o bem-estar dos moradores de uma casa.

Um exemplo são os sensores monitorando a temperatura ambiente e enviando informações em tempo real para outros dispositivos.

Esses “aprendem” em quantos graus os moradores se sentem confortáveis de acordo com suas interações com a regulagem do termostato e ainda otimizam essa regulagem para maior eficiência energética.

Refrigeradores inteligentes também podem monitorar e aprender quais produtos são mais consumidos e organizar suas idas ao mercado, ou mais que isso, realizar as compras enviando pedidos diretamente ao supermercado que entregará os itens na sua casa, tudo isso sem qualquer intervenção humana.

A tecnologia M2M pode ainda ser usada para atividades de segurança doméstica, detectando a presença de estranhos, bem como janelas e portas abertas, fechando-as caso você esqueça.

Hospitais

Sensores conectados a dispositivos de suporte à vida podem detectar a queda nos sinais vitais de um paciente e administrar maiores quantidades de oxigênio para normalizar a situação.

A curto prazo, será possível monitorar pacientes em suas próprias casas, longe da insalubridade de hospitais, reduzindo riscos e custos médicos.

Além disso, pode-se detectar, através da tecnologia M2M, se um idoso sofreu uma queda, por exemplo, e alertar o socorro mais próximo para que o atendimento seja realizado o mais rápido possível.

Automação da manufatura

automacao-da-manufaturaCom a jornada digital da Indústria 4.0, a comunicação M2M, parte já utilizada nas linhas de produção para controle e monitoramento, passam a integrar o uso dos dados com outros objetivos.

Maior customização da produção em menor escala exige um controle altamente integrado capaz de identificar e realizar mudanças na produção rapidamente. Essa é uma forte aplicação da arquitetura M2M.

Outro desdobramento da arquitetura M2M é acelerar a adoção de manutenções preditivas. Os sistemas devem ser capazes de antever as quebras e sinalizar os responsáveis com tempo suficiente para uma parada programada a fim de reduzir o tempo de indisponibilidade de produção.

Uma terceira aplicação são os dados coletados e mantidos historicamente utilizados para machine learning, onde os sistemas envolvidos ajustam as linhas de produção para melhorar a qualidade dos produtos. Ou seja, de ponta a ponta, através de sensores, controladores, analytics e atuadores é possível buscar o auto ajuste das máquinas.

Como parte da missão da Indústria 4.0, a cadeia pode ser integrada além dos limites das fábricas.  Pode ser estendida para interação entre a empresa e seus fornecedores de matéria-prima que receberão pedidos de compra a partir de sistemas autônomos, predizendo e reservando recursos para garantir que nada falte. Na outra ponta, a escolha de um produto na gôndola de um supermercado pode alimentar as necessidades de produção e gerenciar com mais assertividade o volume de produção de cada item.

Os recursos M2M estão imersos e combinados com outras tecnologias habilitadoras que permitem o avanço na jornada digital. Confira mais informações sobre o tema  através de nosso site!

(Imagens: divulgação)